Algoritmos: aposto que você já os conhece!

Eu, registrando um algoritmo na forma de fluxograma.

“Olá, querido diário! Hoje eu acordei, tomei um banho, me vesti, tomei meu café e fui para o trabalho. Mudei o percurso que costumo fazer de carro pois fiquei sabendo que estava congestionado. Quando cheguei ao meu destino, a única vaga disponível na garagem era uma bem complicada de estacionar. Manobrei, manobrei e manobrei enquanto o carro não estava corretamente alinhado à vaga. Afinal, não queria que o segurança viesse me dar uma advertência. Na parte da manhã, meu trabalho foi normal: segui direitinho o novo processo de trabalho que a consultoria desenvolveu. O almoço foi interessante, pois eu e meus colegas fomos ao novo restaurante. A cozinha tem uma janela enorme de vidro e é possível ver o cozinheiro preparando as diversas receitas que são pedidas! Como ele consegue dar conta? Já na parte da tarde, fui para o programa de treinamento. Estamos aprendendo métodos mais eficientes de fazer nosso trabalho. São muitas instruções novas, mas acho que vai ser bom a médio prazo. Ao terminar o expediente, passei na padaria e comprei pão, queijo e presunto para fazer um sanduíche. Na hora de prepará-lo, pela primeira vez me perguntei: coloco o queijo ou o presunto primeiro? Lógico, não perdi muito tempo com isso e escolhi ao acaso, pois ainda precisava ligar para minha mãe que passou por um procedimento cirúrgico. Nada complicado, mas queria saber se ela estava tomando os remédios de acordo com as instruções do médico. Após nossa conversa, fui assistir à TV. Fiquei trocando de canal até achar algo legal, mas a programação não estava lá essas coisas. Assim, resolvi ler um livro enquanto o sono não chegava. Pois não é que chegou de repente? Dormi sem programar meu celular para despertar! Sorte que era sexta e, no dia seguinte, não haveria a rotina da semana! 🙂 Aproveitei para planejar a viagem que farei nas minhas férias.” Continuar lendo